Está a atravessar um grave problema?


Sente que não tem mais ninguém com quem contar, precisa desesperadamente de alguém para desabafar, se não quer apenas ser ouvido mas também receber orientações práticas sobre como enfrentar a sua situação em particular, então, nós podemos ajudá-lo.

Saiba mais…

Programação Comentários

Share on Email Share on Facebook Share on Email
    2

    Você faz como lhe mandam?

    jpeg

    “Partiu, pois, Abrão, como lho ordenara o SENHOR, e Ló foi com ele (…) Levou Abrão consigo a Sarai, sua mulher, e a Ló, filho do seu irmão, e todos os bens que haviam adquirido…” (Génesis 12.4;5)

    Quando Deus chamou a Abraão, era esta a sua condição! E não foi assim quando nós chegámos à Igreja? Tínhamos apenas alguns bens ou chegámos até mesmo sem nada?

    Mas, a pergunta mais importante que se coloca é a seguinte: “Se Ele me chamou, será que é para eu continuar na mesma situação?”

    Será que Deus o chamou a si para continuar doente, frustrado sentimentalmente, pobre, vazio, limitado, infeliz ou oprimido? Não! Mil vezes não!

    Deus fez questão de deixar registada qual era a condição de Abraão quando o chamou, para que vejamos o que Ele quer fazer na vida de quem Ele chama.

    “Era Abrão muito rico; possuía gado, prata e ouro.” (Génesis 13.2)

    Abraão era muito rico, mas isso não é o mais importante da sua condição, pois ele não era apenas rico em bens materiais e sim na sua intimidade com Deus, desenvolvida com o passar do tempo. Mais tarde, Ele tornou-se num homem extremamente rico, pois levantava um altar aonde quer que chegasse e invocava o nome de Deus, ou seja, havia uma dependência dele para com o Criador.

    É isso, meu amigo e amiga, que Deus quer fazer na sua vida! Mas, para que isso aconteça, qual é o segredo? “Pois, eu estou há 1, 5, 10, 15 ou 20 anos na Igreja e não vejo essa diferença grandiosa entre o dia em que cheguei até agora. Houve uma melhoria, é certo, mas essa transformação ainda não aconteceu, porquê?”

    O segredo está lá, no início, na maneira como Abraão partiu, se não, observe a passagem: “Partiu, pois, Abraão, como lho ordenara o Senhor…” (Génesis 12.4)

    Quantos vêm à Igreja, recebem a Visão de Deus, mas saem e não praticam o que é orientado. Outros fazem tudo ao contrário do que é ensinado, vivem do seu jeito, dando um jeitinho daqui e outro dali…

    Meu caro, ou você parte para fazer como está escrito ou vai continuar a viver do mesmo jeito, pois, a vida que Deus promete não vai chegar àqueles que querem ter o Filho de Deus à sua maneira. Tem que haver sacrifício, entrega, renúncia, dependência, vida com Deus! Caso contrário, você será mais um a ser chamado, porém, não escolhido!

    Pr. Ítalo Rocha
    Portugal


    1. Marta Xavier

      22:14 | Junho 9, 2013

      Boa noite, esta mensagem veio a confirmar o que Deus falou comigo em Mateus 7:24,25,26,27 ; quem ouve e pratica é prudente, logo a sua vida é transformada; quem ouve e não pratica vai continuar igual, a sua vida alicerçada na areia.
      Vejo a importância de obedecer e praticar o que Deus me diz


    2. vanderlei o costa

      18:45 | Maio 24, 2013

      Oi